Redirecionamento de URLs, qual usar? redirect 301 ou 302?

Redirecionamento de URLs, qual usar? redirect 301 ou 302?

Criar redirecionamentos corretos é muito importante, não só para o usuário que é redirecionado, mas também para informar ao Google (ou outros mecanismos de busca) que uma página mudou de URL (boas práticas de SEO).

Geralmente utilizamos 2 tipos de redirecionamento: 302 e 301. Para o usuário não há diferença, ambos fazem o redirecionamento para outra URL, porém são interpretados de maneira distinta pelos mecanismos de busca.

Muitas lojas virtuais, blogs e sites possuem uma ferramenta em seu painel para controlar os redirects do site. Na maioria dos casos quando vamos cadastrar um novo redirect, informamos a página de origem (URL que vai redirecionar), a página de destino (a nova URL) e qual o tipo do redirect (301 ou 302).

302 - Redirecionamento temporário (Temporary Redirect)

O redirect 302 informa aos mecanismos de busca que a página de origem não deixará de existir, ficará fora do ar apenas por algum tempo.

Geralmente usamos esse tipo de redirect para uma ação promocional, como a black friday. Podemos redirecionar a home do site (www.webtutorial.com.br/) para uma URL que ficará disponível apenas enquanto a promoção estiver ativa (www.webtutorial.com.br/black-friday). Assim informamos que a home não deixará de existir e deve continuar sendo indexada pelos mecanismos de busca.

301 - Redirecionamento permanente (Moved Permanently)

Já o 301 serve para informar que aquela URL não existe mais e foi substituída por uma nova URL.

É comum utilizar este tipo de redirecionamento quando mudamos o domínio do nosso site, logo temos que redirecionar todas as páginas do domínio antigo para o domínio novo.

Referências